Neste texto abordaremos a classificação de gravidade da Apnéia obstrutiva do sono. Portanto, excluímos nesse post os pacientes com ronco primário, que são os pacientes com valor abaixo de cinco eventos por hora de sono.

Como já anteriormente falado o diagnóstico e classificação da Apnéia obstrutiva do sono se dá por meio de pole sonografia, monitorização feita durante uma noite de sono. Neste exame podemos ter o resultado de um ronco primário, como anteriormente dito, ou de Apnéia do Sono propriamente dita, sendo dividido entre eventos de pausas respiratórias por hora de sono.

Entre os dados da polissonografia existe o índice de Apnéia e Hipopneia (conhecido como IAH). O IAH É a divisão entre o número de pausas respiratórias que a pessoa teve naquela noite de sono dividido pelo número de horas que ela dormiu, sendo que cada um desses eventos de pausa respiratória deve durar no mínimo 10 segundos.

Sendo:

*5 a 15 eventos por hora de sono- gravidade LEVE
*15 a 30 eventos por hora de sono- gravidade MODERADA
*acima de 30 eventos por hora- gravidade SEVERA

O IAH Não é o único Item que deve ser avaliado em uma pole sonografia, existem muitos dados importantíssimos e que devem ser detalhadamente explorados, a saturação de oxigênio, eficiência do sono, a porcentagem de cada fase do sono… Mas esse é um assunto que pode ser abordado depois de forma mais detalhada.

Ana Laura P. Ranieri Cunha
Cirurgiã-dentista/ Hospital das Clinicas FMRP
DTM e Dor Orofacial
Odontologia do Sono
Ortodontia e Invisalign doctor